2 de jun de 2011

Vencedor do Mister Brasil 2011, Lucas Malvacini quer ser ator

Mineiro brincou e disse ter sido vítima de bullying na juventude por espinhas


Felipe Assumpcao/AgNews



O "reinado" de Lucas Malvacini como Mister Brasil 2011 está apenas começando, mas o mineiro que representou as Ilhas de Búzios já está cheio de planos.

Além de defender o país em eventos e concursos de beleza, o rapaz, de 21 anos, tem outras pretensões artísticas.

- Quero estudar para ser ator e fazer TV. Desde que eu comecei a modelar as pessoas falam que eu fico bem no vídeo. Tenho essa possibilidade. Espero conseguir colocar em prática.

Com o título de homem mais bonito do Brasil nas mãos, Lucas lembrou que nem sempre foi assim. Ele já teve seu momento patinho feio.

- Aos 15 anos, tinha muita espinha. Meu apelido era chokito branco. Eu sofria bullying [risos].

A escolha pela carreira no mundo da moda não foi bem aceita pela família. 



- Não tive incentivos em casa. Minha mãe é professora e meu pai, empresário. Ele acha que ser bem-sucedido é ter estudo e trabalho. Gostaria que trabalhasse com ele na empresa dele. Minha mãe sempre valorizou o estudo. Eu fui remando contra e estou aqui hoje. Eles não deixaram de me apoiar, mas não totalmente. Costumo dizer que com determinação não existe sonho, existe objetivo.

A mensagem do Brasil que ele vai tentar passar nos concursos - ele vai defender o Brasil no Mister Mundo, que acontece no começo de 2012 na Coreia do Sul - já está na ponta da língua. 


bombom e vencedor do Mister BRasil 2011
Malvacini conversa com a apresentadora Bombom, que foi uma das juradas do evento (Foto: Divulgação)

- Os brasileiros sofrem preconceito lá fora. Olham os garotos bonitos e pensam logo que vão se prostituir, acham que são garotos de programa. Vou tentar mudar isso, levando a diversificação da raça e da cultura brasileiras. Somos um país gigante. Cada Estado é um país.

Lucas trabalha como modelo há três anos em Juiz de Fora, em Minas Gerais, onde nasceu e mora até hoje. Ele cursa faculdade de Turismo na Universidade Federal de Juiz de Fora.

0 comentários:

Postar um comentário