18 de jul de 2009

Alex Mabille o mais jovem estilista a desfilar na semana de alta costura de Paris

Couturier

Coleção Primavera-verão.

julho/2009

O mais jovem estilista a desfilar na semana de alta costura de Paris, Alexis Mabille ganhou a crítica e inúmeros fãs com sua excentricidade, frivolidade e enorme talento. O francês de apenas 32 anos pode ser considerado tudo, menos minimalista, e mesmo assim é tido por fashion experts como um dos maiores nomes da moda francesa em muitos anos. Seu trabalho possui fãs como Sophia Copolla, Keira Knightley, Dita von Teese e a primeira dama francesa, Carla Bruni.

O interesse por moda começou quando Mabille ainda era criança na cidade de Lyon, na França, e visitava diversos museus com sua família, tendo contado com o mundo da artes. Ele começou cortando anáguas e pedaços de renda, e costurando tudo novamente, fazendo novas peças, e passou a produzir o figurino para o teatro na escola, e a criar looks para a família e seus amigos. Depois de se formar na Paris Chambre Syndicale de La Haute Couture, em 1997, ele trabalhou para Ungaro e Nina Ricci, até se juntar à equipe de Christian Dior, onde ficou por nove anos, sendo responsável pela linha Dior Homme e por diversas peças de joalheria.

Em 2005 Mabille passou a trabalhar sozinho, lançando uma revolucionária coleção ready-to-wear unissex, a Impasse 13, a fim de provar que as mesmas jaquetas, calças e camisas poderiam funcionar tanto em looks masculinos, como em looks femininos. Outro grande feito do estilista foi reinventar a gravata-borboleta, o que fez em 2005 com o lançamento da linha Treizeor, dedicada unicamente ao acessório. A peça se transformou em uma grande marca do francês, que utiliza as gravatas em todas suas composições, mesmo que seja em lugares pouco convencionais como atrás da orelha, na cintura ou amarrando sapatos.

Apesar de ainda manter as características de modelagens unissex em muitos de seus trabalhos, Mabille agora possui uma linha masculina e outra feminina. Suas coleções nos convidam a entrar em seu mundo pessoal, imaginativo e dinâmico, e apresentam modelagens frescas e fluidas. A coleção de outono 2009, desfilada recentemente, apresentou além das já tradicionais gravatas-borboletas, muitas rendas, vestidos de corte muito feminino e sexy, e modelagens inspiradas em Yves Saint Laurent, como pajama pants e o clássico Le Smoking, produzido em pink pelo francês. Um luxo!

FOTOS


0 comentários:

Postar um comentário